Sabonetes de Azeite

Sabonetes naturais de azeite

No seguimento do artigo anterior sobre os 7 Ingredientes a Evitar nos Produtos de Higiene e Cosmética e após constatar que  efectivamente estes ingredientes estavam presentes em grande parte dos produtos de beleza que usava diariamente comecei à procura de alternativas.
Mais uma vez vos digo que não é fácil encontrar algo com qualidade e sem ingredientes estranhos na sua composição.
Resolvi que queria começar a fazer, os meus produtos, nomeadamente os sabonetes.
Pesquisei bastante e percebi que era necessário estudar um pouco mais para poder fazer bons produtos, adequados aos vários tipos de pele e em segurança. 
Participei num workshop de sabonetes artesanais de azeite para poder entender melhor a formulação e regras de segurança a adoptar no fabrico de sabão. Foi óptimo. Aprendi as bases e a partir daí expandi e explorei o mais que pude com muitas experiências. Testei inúmeras formulações e matérias primas diferentes e o resultado final foi quase sempre muito aceitável!
Tudo isto começou com o objectivo de fazer sabonetes apenas para nós mas como precisava de mais “cobaias” a família mais próxima também experimentou. Aprovado! Gostaram tanto que nesse Natal  decidi oferecer aos amigos e à restante família.
Comecei a vendê-los em feiras e porque havia muitos interessados decidi organizar workshops sobre o tema.
Sabonetes naturais de azeite
Podem-se fazer inúmeros tipos de sabão tendo em conta o tipo de pele de cada um e o efeito terapêutico pretendido.
A base destes sabonetes é sempre o azeite que tento comprar, sempre que possível, no comércio local bem como os óleos, manteigas, ceras, óleos essenciais puros e plantas medicinais.
Como acredito que devemos respeitar a natureza, utilizo sempre produtos biodegradáveis e na sua maioria biológicos.
Não utilizo óleo de palma, aditivos sintéticos para fazer espuma, corantes ou conservantes artificiais. Ainda assim estes sabonetes fazem espuma! Basta uma escolha criteriosa de óleos e gorduras e obtemos uma espuma mais cremosa ou mais intensa, dependendo da quantidade e tipo usados.
Para além de serem muito mais saudáveis para nossa saúde, tendo em conta que os usamos no maior orgão do nosso corpo, a pele, são também um produto biodegradável e não testado em animais, o que faz com que seja seguro e amigo do ambiente.
Tente optar por produtos biológicos pois são os que apresentam menos substâncias tóxicas para o organismo e antes de comprar verifique os rótulos com os ingredientes usados. Lembre-se que:
  • Os primeiros ingredientes da lista são os que se apresentam em maior quantidade.
  • Mesmo dizendo “natural” ou “artesanal” verifique a lista de ingredientes para comprovar.
  • Quanto mais simples e menos ingredientes tiver na sua composição melhor será para a pele.
O próximo artigo desta série é sobre os champôs que utilizo. 
Espero que gostem!

2 comentários em “Sabonetes de Azeite”

  1. Olá boa tarde, chamo me Cristina e sou da zona de loures gosto de fazer artesanato e fiquei fascinada pelos sabonetes e gostava muito de experimentar a fazer, mas depois de tanto pesquisar vi que são feitos com soda cáustica.
    Será que me podia ajudar? Moro numa zona que não tenho onde aprender e pela net a informação passa muito por as sodas, gostava de saber se os posso fazer sem ter que usar esses químicos. Obrigado

    1. Olá Cristina!
      Os sabonetes de azeite são realmente muito bons para a pele e também para o ecossistema.
      Há vários processos de saponificação, sendo que o que mais gosto, pois é o que usa as matérias primas mais puras e melhores para a pele, é o de saponificação por “cold process”. Este usa a base alcalina a soda caustica e por este ser um produto com um pH extremamente elevado, há que ter a máxima precaução na utilização e manuseamento. Aconselho sempre a fazerem um workshop presencial para a manipular em segurança e formular convenientemente o seu sabonete.
      Depois há outros processos bem mais simples e “seguros” que passam por usar glicerina. Também dá para fazer sabonetes engraçados mas não tão hidratantes. Este é um processo relativamente seguro de se fazer em casa sem grande conhecimento teórico!
      Grata!

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.